Tempos passados

Lá atrás no tempo, e num tempo longínquo, eu era submissa, acatava ordens e tudo o que diziam, parecia uma sombra. Não era eu, era uma outra pessoa.

Hoje sou uma mulher nova, independente, sei valorizar-me. Tenho inseguranças e medos, mas já não me deixo amedrontar. Gostava que algumas pessoas percebem isso de uma vez por todas!

 

M.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>