Acreditar

Trabalhar e estudar nunca foi uma hipótese antes da separação. O meu casamento acabou e tive que resolver a minha vida. Queria independência. E vejam só como a minha vida mudou! Já não vivo num casarão, estou a trabalhar e quero progredir nos meus estudos.

Vou conseguir? Não sei, mas estou disposta a tentar.

 

Marlene

Notas

Notas sobre a Vida:

Há pessoas que têm vidas muito complicadas e que passam por provações diárias para conseguirem sobreviver. Essas pessoas merecem o meu respeito e admiração. Acordam à espera de um dia melhor e acreditam que conseguirão vencer.

Tenho a sorte de ter tido uma vida protegida e de, hoje em dia, poder contar com pessoas que acreditam em mim e que valorizam quem sou.

 

Marlene

Dias difíceis

Quem não tem dias difíceis que ponha o dedo no ar!

Muitas vezes não conseguimos lidar com a nossa personalidade e com as nossas características. Custa-nos enfrentar quem somos e as escolhas que fazemos. Penso que devemos ser, sempre, honestos connosco, perdoarmo-nos e aceitar quem somos.

 

M.

Aprisionada

Durante muito tempo, sentia-me aprisionada. Passava os dias a pensar e a viver sob as indicações e os desejos de outra pessoa.

Hoje sei que sou uma mulher diferente e a minha vontade de lutar é maior.

Um sorriso no rosto e os dias parecem mais coloridos.

 

M.

Sinceridade

A sinceridade acima de tudo e de todos, até de nós próprios. Por vezes, ultrapassamos os nossos limites quando tratamos mal os outros. Há quem fique com problemas de consciência e há quem enfrente tudo com normalidade.

A questão que lanço é: porque é que não ultrapassamos os nossos limites para tratar bem quem nos rodeia?

 

M.