Inquietação

Preocupo-me tanto com o meu filho. Hoje tentei conversar com ele, mas não fui bem recebida. Tem sido um caminho complicado, desde o divórcio. Foi quando percebi que nunca tinha criado uma relação mãe e filho com ele. Ainda assim, acredito que o nosso futuro poderá ser diferente e melhor.

 

Marlene

Sem retorno

Não volto atrás, mesmo contra a vontade do meu filho e ainda que tenha que ouvir os seus desaforos. Tenho esperança que, um dia, ele compreenda os meus actos e as minhas decisões. Até esse dia chegar, a minha vontade será a mesma e o meu desejo só um: ser feliz.

Mais, estou tão satisfeita comigo e com o meu trabalho!

 

M.