Sem retorno

Não volto atrás, mesmo contra a vontade do meu filho e ainda que tenha que ouvir os seus desaforos. Tenho esperança que, um dia, ele compreenda os meus actos e as minhas decisões. Até esse dia chegar, a minha vontade será a mesma e o meu desejo só um: ser feliz.

Mais, estou tão satisfeita comigo e com o meu trabalho!

 

M.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>