Medo

“engano da alma, ledo e cego, que a fortuna não deixa durar muito”

(Luís de Camões)

O único medo que devemos ter é o medo de ter medo.

 

M.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>